Caixa Preta – 2 (Vez delas!)

jun 4, 2012 by

Caixa Preta – 2 (Vez delas!)

Não espere da sua mulher o marido que você não é.

 .

.

Agora é a hora de abrir a Caixa Preta da cor pink. Você que leu o texto “Caixa Preta – 1″ trazendo de volta as incríveis mães pra passarela das esposas sedutoras, prepare-se! Chegou a vez delas revelarem suas expectativas femininas tantas vezes não explicadas. E, por causa disso, muitos abismos se instalam feito crateras no relacionamento pós-paternidade.

Quer saber? É fácil apontar o dedo – difícil é vestir a carapuça. Tem homem exigindo das heroínas-mães-esposas mais do que sua “fraqueza em compreender” consegue sob a criptonita da rotina. E mudar as coisas no universo masculino parece um cataclisma, não é? Então, lá vai: pra quem é todo machão, não espere da sua mulher o marido que você não é! Isso mesmo. Trate de agüentar firme estas dicas – a menos que a covardia seja seu refúgio. Vamos nessa?

 .

- Marque presença. Um pai ausente no lar não pode exigir o status de maridão paparicado, viu? O trabalho fora de casa é tão importante quanto o apoio compartilhado dentro dela. Nunca delegue momentos imprescindíveis: vacina, hospital, escolinha e machucados mais sérios. Isso lhe dará o direito de ser ouvido após, no mínimo, ser mais presente.

- Reconheça. Pare apenas um minuto por dia pra avaliar a inacreditável atividade que uma criança exige da sua mãe. Percebeu? E por que não elogiou? Mulher valorizada faz coisas impensáveis. Elas dão conta de fazer sozinhas, e de uma vez, todas as atrações do circo se – e só apenas! – forem percebidas por quem amam. Simples assim? Experimente e me diga depois!

- Fale como um lorde. Não é pecado mostrar o que falta pelo caminho. Na verdade, a crise se instala porque a grosseria humilhante com patadas verbais não dignifica ninguém. Quando elas não notarem que estão mais mães do que esposas, fale com tanta sinceridade quanto carinho. Geralmente, a volta à lua-de-mel está muito mais perto da colmeia do que parece.

- Ajude mais! Curta e grossa, como esta ordem tem que ser! Reclamar é sempre mais fácil pra quem está de braços cruzados. Quer saber? Pare de só fazer peso na canoa e trate de remar junto. Você sabe trocar uma fralda? Limpar um bumbunzinho nada cheiroso? Já foi no parquinho? Deu uma noite de folga pra ela? E por que não mais de uma? Pense nisso!

- Vire Personal Trainer. Que tal parar de olhar a barriga dela e priorizar o seu barrigão? Tem homem que espera da esposa a beleza de uma sex simbol que ele não é nem no branco do olho! Então, espere aí! Suba primeiro na esteira pra dar a ela o exemplo de como fazer. Quer seu mulherão de volta? Tome a iniciativa se tornando um super-homem mais sarado.

- Seja mais pai do que filho. É verdade, tem marmanjo que acaba virando tão carente quanto um bebê desdentado. “Ei, tá na hora de fazer cinco anos!”, brincou minha esposa uma vez – comigo! Caí na risada pra disfarçar a vergonha. Porque competir com a criança pelas atenções da rainha-mãe pode piorar tudo. E, além de deixá-las mais oprimidas, distorce a comunicação criativa.

- Fale dos sonhos. Lembra quando ambos tinham sonhos especiais? Por que ela parou de falar dos dela? A dedicação incessante da mãe com sua cria pode fazê-la esquecer dos grandes ideais do seu coração de mulher. Provoque-a dizer mais do futuro, do depois das saias respingadas, e o pós-babá-exclusiva. Seu lado visionário reflorescerá junto com isso.

- Ore por ela. Demolidor! Orar pelo cônjuge aniquila qualquer sentimento egoísta. Parece difícil pra alguns – por isso é tão importante. Afinal, interceder por quem se ama é vê-la com os olhos da fé. Tem coisa mais linda e eterna que isso?

Acabou! Também não doeu muito, né? Sei que existem várias outras dicas para um homem ajudar na “volta pra cama” da sua mulher-mãe tão amada. Mas, com estas, já siga em frente, sempre! Com respeito, conversa e muito do Lar do Céu na casa aqui da terra, tudo isso trará de volta a paixão encantadora que um dia se comprometeu a ser eterna lá naquele corredor florido.

Enfim, sejam ainda mais felizes – com a família aumentando e a delícia de viver também.

.

.

.

Related Posts

Share This