Cutuque-me!

abr 23, 2012 by

Cutuque-me!

Prefira mil vezes um novo horizonte a um velho círculo vicioso

.

 .

O que moveria sua vida estacionada na zona de conforto? Alguns tocam seus dias como monumentos empoeirados numa desabitada praça pública. Envelhecidos pela mesmice vivem reféns de atividades sem graça – dando bocejos na alma! Até alguém, ou alguma coisa, provocar um solavanco no sonambulismo da rotina. Acordamos surpreendidos e, mesmo obrigados, pomos o pé na estrada pra novos destinos. É quando surgem perspectivas inéditas despertadas por idéias inovadoras com adaptações surpreendentes.

E que gatilho detonaria a monotonia da sua realidade previsível? Geralmente nunca sabemos – até que aconteça. Porém Deus sabe, e Ele mesmo pode soltar uma fresta dos quatro ventos pra empurrar qualquer filho Seu um pouquinho adiante. Lembra Jacó fugindo do irmão peludo? E Jonas lambuzado de suco gástrico no barrigão de um peixe? Teve o aposentado Moisés recebendo de volta a carteira de trabalho num arbusto ininflamável. Sem contar com Abraão que se mandou de sua Alphaville pra encarar a incerteza de uma jornada épica.

Enfim, no processo de amadurecimento de quem somos volta e meia somos obrigados a romper nossa crisálida. Isso inclui mudar de onde estamos, largar um emprego nocivo, rever relacionamentos agressivos, extinguir a obsessão pela pressa, ou até ordenar o corpo a sair do marasmo. E quando isso acontece, a coragem por ter sido feito geralmente só se revela depois da raiva incompreendida enquanto estava acontecendo. Dureza, hein? Quer ver mais?

Nós morávamos no mesmo prédio de nossos pais num trabalho super estável – de repente, estávamos dirigindo quatro mil quilômetros pra ministrar esperança num local nunca pisado. Foi só nos adaptarmos àquele lugar como se fosse nossa pátria e já cairíamos de para-quedas noutro olho de furacão com batalhas diárias. Assim que o leme se firmou, a despeito dos vendavais intermináveis, nasceu nosso “serzinho” mais intrigante, adrenalizante e imprevisível compactando nossos anos em minutos. E não adianta! Tenho que me conscientizar de que, no indecifrável amor divino por mim, toda bonança será interrompida por um chacoalhão que me obrigue pular da rede de balanço pra voltar a escalar o topo dos coqueiros.

Vem cá, como você recebe estes cutucões de Deus? Fica impaciente sem entender nada? Direito seu. Espera respostas que talvez demorem? Direito dEle. Se revolta a ponto de se espernear agredindo os outros? Direito de ninguém. Afinal, minha filhinha pode não entender uma ordem que eu não consiga lhe explicar, mas se jogar no chão feito delinquente já é outra história, certo? E falem o que quiserem os diplomados educadores do “deixa pra lá”, fazer birra escandalosa é um chamado instantâneo a uma intervenção muito mais firme dos paizões aqui.

E os mais crescidinhos como nós? Cabe a cada um ousar mais nas asas da graça do que se indignar com o pontapé do inexplicável. Se chegou a hora de puxar a toalha da mesa, virar o tabuleiro da vida, ou largar de ser mais um covarde mundo afora, é muito melhor investir suas forças desbravando alternativas do que gastar as energias criticando tudo e todos. Pois certas guinadas de rota podem ser novos caminhos traçados pelos Céus lhe preparando experiências incríveis. E prefira mil vezes um novo horizonte a um velho círculo vicioso. Gente assim se liberta do “foi sempre deste jeito até aqui” pra se arriscar no “e por que não daqui pra frente?”.

Então, cutucão dado, ok? Assuma o diferente naquilo que todo mundo só faz igual. Vá pra uma academia vencer a briga com o coitado do espelho. Não culpe seu chefe do que é soberana responsabilidade sua. Aposente-se das obrigações sufocantes pra velejar correntezas do que você gosta de fazer. Escreva um livro! Mude o cardápio dos ressentimentos indigestos. Surpreenda todos com mais sorrisos do que carrancas. Pule do bungee jump tratando de enfrentar a paternidade! Inove naquilo que é possível sem deixar de sonhar com o que parece impossível. E, acima de tudo, chame o Pai do Céu pra reinventar sua vida exatamente de acordo com a vida eterna que Ele preparou pra você.

Pronto pra começar? Que tal já trocar aquela velha marca de cereal do seu café da manhã?

.

.

Related Posts

Share This