Parede Suja

dez 17, 2012 by

A tinta cor de pérola cuidadosamente pintada por este delegado-amador aqui segue limpa, clara e impecável, do teto até um metro do chão. Dali pra baixo, a cena se deforma. De riscos a rabiscos, passando por borrões e manchões, as inúmeras sujeiras de mãozinhas e dedinhos beiram uma textura artística digna de um galpão de ferro-velho. Soaria relaxo se não fosse uma obra-de-arte. Ao menos pra mim...

read more

Quarto ao Lado

nov 15, 2012 by

Seja sincero, você já se pegou perguntando impacientemente onde é que estão os braços herculeanos dAquele capaz de pisar no Olimpo como se fosse mero formigueiro? Se Ele é o máximo então por que parece não dar a mínima? E cadê o mesmo Altíssimo ensopando lã em terra seca se não enxuga nem as lágrimas do meu travesseiro? Mais fé? Claro que sim, ela move montanhas. E se disser daqueles momentos de embrulhar o estômago quando até os montes parecem solapados por uma desorientação nauseante? Quem já não viveu uma verdadeira crise de credulidade ingênua esperando um filete de sol bloqueado por detrás de um firmamento tão espesso quanto ausente? É este silêncio do Céu que escancara meus gritos na Terra. Eu quero um toque na coxa, uma pincelada de sangue na porta...

read more

Palhaço Ferido

jun 22, 2012 by

Povinho estranho este tal de ser-humano, né? Adora ver o circo pegando fogo, mas quando um palhaço se machuca, todos ficam solidários. Já viu em funeral de político o que seus arqui-inimigos fazem? É só elogio com coroas de flores. E se um atleta sai de cena por invalidez? Lá vem a ladainha dos rivais valorizando quem não queriam ver pintado de ouro. Sem falar no submundo das celebridades: todos fazem vistas grossas pras estrelas orbitadas pelas drogas. Até quando uma se apaga de vez – daí, é todo mundo idolatrando.

read more

Desorientados

jun 7, 2012 by

Que tal dizer CHEGA? Pedir pra Deus nortear sua vida não exclui a sua obrigação de abrir a bússola! Toda indecisão já é uma decisão – só que, geralmente, mais desfavorável a você. É hora de avaliar sinceramente se suas habilidades represadas não se tornaram massa de manobra em construções erradas. A partir daí, a escolha tem que ser sua: deixar a inércia lhe levar ou romper a rotina numa guinada sem precedentes?! Enquanto pessoas escrevem sua história nas páginas do desconhecido, outras se contentam em ser meras notas de rodapé no livro dos outros. Isso é bom? Não, é péssimo!...

read more

Ei, por quê?

mai 22, 2012 by

Pronto! Era o que faltava. Minha filha entrou em cheio no mundo incansável dos “por quês”! Incansável pra ela – afinal, pra gente já virou anúncio de vendedor de garapa berrando em feira de domingo. Tá louco, meu, é uma reza mais repetitiva que grunhido de arara. Simplesmente, não pára! Pai, por que você chegou agora? E por que tá com gravata amarela? Por que a cara de cansado? Por que este pijamão aí? Por que a lua empurra o sol pra longe? Por que eu tenho...

read more