Cutuque-me!

abr 23, 2012 by

O que moveria sua vida estacionada na zona de conforto? Alguns tocam seus dias como monumentos empoeirados numa desabitada praça pública. Envelhecidos pela mesmice vivem reféns de atividades sem graça – dando bocejos na alma! Até alguém, ou alguma coisa, provocar um solavanco no sonambulismo da rotina. Acordamos surpreendidos e, mesmo obrigados, pomos o pé na estrada pra novos destinos. É quando surgem...

read more

Invisíveis Aparecidos

abr 7, 2012 by

Não é meio louco? Se às vezes a vontade é sumir do mapa, outras vezes é saltar do anonimato. Porque, na verdade, ser invisível pode ser bom – mas desaparecer demais já beira o insuportável. Ou você não liga se ninguém liga para você?! Por isso sou fã devoto de como uma criança espelha a todos nós...

read more

Ciclo da Vida

abr 2, 2012 by

Comecei a pensar nisso ao perceber minha filha precisando do pai e meus pais precisando do filho. Nesta experiência de dupla-personalidade a gente se torna valorizado um pouco mais por quem somos do que pelo que os outros são. Enquanto ouço uma garotinha vestida de Cinderela dizendo “pai, quero papá!”, recebo uma ligação no celular com duas vozes pedindo “oi, quando você vem nos visitar?”. Se por um lado sou o paizão pra quem pula em meus braços saindo do berço...

read more

Já Foi

abr 2, 2011 by

Ah, outro dia, ela inventou de falar “papai, chê!”, e a mãe inflou meu mundo ao explicar “querido, ela quer dizer ‘papai, amo vochê’”. Uau! Levitei enlouquecido de paixão, até escutar, momentos depois, ela também dizendo: “xixi, chê! Mimi,chê! Totô, chê...” A verdade é que ser pai é o maior barato! Coisas assim fazem a gente repensar a ordem de valorização das coisas.

read more